Menstruação Dolorosa

No caso das menstruações dolorosas, chamadas dismenorreias, pensa-se que cerca de metade das mulheres já teve este problema em algum momento da sua vida, embora ele só seja grave em cerca de 10% dos casos.

Classificam-se em primárias, quando não existe nenhuma causa aparente para as dores menstruais, situação que afecta até 50% das mulheres jovens.
Normalmente aparecem com a menstruação e duram 2 a 3 dias, sendo as dores mais ou menos intensas e tipo cólica.
Pensa-se que as dores são causadas por espasmos uterinos devidos à libertação de determinadas substâncias, como é o caso das prostaglandinas.
Os anti-inflamatórios, combatendo precisamente o efeito dessas prostaglandinas são geralmente muito eficazes.
Pode também haver aquilo que se conhece como síndroma pré-menstrual, que aparece em algumas mulheres cerca de 7 a 10 dias antes da menstruação e que se caracteriza por dores pélvicas difusas acompanhadas por outros sintomas como irritabilidade, depressão, dores de cabeça, dores mamárias, falta de concentração, etc..
Pensa-se que este síndroma é causado pelas alterações hormonais do ciclo sobre uma personalidade mais sensível.

Nas dismenorreias secundárias existem factores objectivos que estão na origem dos sintomas:

   Endometriose

É uma das causas mais frequentes de dismenorreia secundária.
Aparece em 1 a 5% das mulheres em idade fértil e em quase 30% das mulheres não férteis acima dos 30 anos.
Consiste no aparecimento de tecido de revestimento uterino (endométrio) noutros locais que não o interior do útero: pode aparecer nas trompas, ovários, intestinos ou outros locais da cavidade abdominal ou mesmo zonas mais distantes. O que acontece é que esse tecido sof re a mesma influência das hormonas sexuais e por isso inflama-se e pode dar dores fortes alguns dias antes da menstruação. Em certos casos essa inflamação repetida pode causar aderências dos tecidos ou órgãos da zona afectada, podendo levar a uma deficiência de funcionamento. É o caso das trompas que podem ficar obstruídas e assim causar infertilidade. Muitas vezes os sintomas da endometriose são apenas dores abdominais cíclicas.
O tratamento mais eficaz consiste na remoção cirúrgica desse tecido, embora se possam tentar medicações hormonais da modo a inibir a sua inflamação.
 

    Dispositivos Intra Uterinos (DIU)

Cerca de 3 a 10% dos dispositivos causam dores que podem levar à sua remoção. Geralmente essas dores estão associadas à menstruação, e são tipo cólica.

 

Fonte: http://www.sexualidades.com